Entender a importância da auditoria preventiva dentro das empresas é um assunto sensível e nem todos entendem a sua importância para a integridade financeira das corporações.

Neste caso, o trabalho de um contador é indispensável e é ele que vai cuidar da “saúde financeira/ econômica” da empresa. Além disso, os empreendedores bem sabem quantas são as obrigatoriedades contábeis e os riscos aos quais estão expostos os negócios que não seguem as normas à risco.

Dentro das funções mais importantes desenvolvidas pelo contador está a da auditoria preventiva, temática que vamos abordar neste artigo. Por isso, se você não sabe bem o que é e como pode ser benéfico para a sua empresa, a continuação desta leitura é essencial! Vamos, lá?

O que é uma Auditoria Preventiva?

Ela funciona como uma revisão das demonstrações financeiras, dos registros, do sistema financeiro, de todas as transações e operações de uma entidade ou de um projeto. Implica em análises de todas as informações fiscais de modo a identificar antecipadamente (antes da fiscalização) se existem erros nas apurações dos tributos ou nas obrigações acessórias.

Desta forma, a fidelidade dos registros e a credibilidade das demonstrações financeiras e de outros relatórios da administração são assegurados. É ainda possível identificar deficiências no sistema de controle interno e no sistema financeiro, o que leva os auditores a desenvolver soluções.

Quais riscos correm as empresas que não investem em auditoria preventiva?

Investimento. Essa é a palavra mágica! Aplicar as funções da auditoria preventiva é investir na empresa e não gerar “só mais um gasto”, como enxergam alguns empreendedores. A sua potencialidade em salvar o negócio das “garras do leão” é significativa e merece atenção dos empresários mais céticos.

É bom lembrar que todos os tipos de negócios são passíveis da aplicação da auditoria preventiva, uma vez que todos eles pagam tributos e enviam informações para o fisco. Quem se abstém desse recurso tem maiores chances de ver a sua empresa sofrer com as seguintes irregularidades e autuações:

– Multas;
– Autuações;
– Envio de informações incorretas, inexatas ou imprecisas;
– Pagamento de tributos indevidos a maior ou menor.

E quais são suas principais funções?
Se você ainda não se convenceu da importância da Auditoria Preventiva para o seu negócio, confira as suas maiores utilidades e reflita sobre os problemões que você pode evitar com ela:

– Identificar possíveis erros nas apurações dos tributos;
– Garantir a qualidade das informações prestadas ao fisco;
– Verificar a ocorrência de possíveis ilícitos tributários;
– Levantar créditos fiscais não aproveitados e/ou pagamentos a maior de         tributos;
– Garantir a conformidade (compliance) tributária.

Em suma, investir neste recurso é proporcionar ao seu empreendimento uma gestão mais transparente, preocupada e bem avaliada para que tudo seja feito segundo as legislações e normativas que regem o exercício da contabilidade.

Como sempre se ouve por aí: é melhor prevenir do que remediar, não é mesmo?